Casa de Recordações

A vida reserva sempre algo de bom, oferece mais uma oportunidade  quando  menos se espera, permite as vezes de sarar uma ferida, finalmente, dizer aquela palavra  jamais pronunciada.

Assim  acontece a Rita que, por causa de uma doença encontra-se num lugar não habitual para os seus cinquenta anos, um lar para a terceira idade, um mundo paralelo, onde a cada dia a dor e a solidão minam o espírito e o corpo dos idosos , cansados e quebrados pela vida. Mas de repente entram, através das janelas escuras, raios de sol: a amizade com Auxiliar de Saùde permite a Rita contar as suas histórias e olhar para dentro, para depois mudar não só a sua existência, mas também a da pessoa que a ouve; também lhe permite conhecer as histórias de pessoas que nunca tinha considerado, mas que ainda têm muito para oferecer, pessoas que desejam ser felizes e capazes de “flashes” de ironia e frescura.
Inesperadamente  o destino reserva-lhe a surpresa mais desejada, olhar nos olhos do passado e tentar, se não conseguir entender, pelo menos revivê-lo.

 


Paulina Chiziana

 

 

11 pensieri riguardo “Casa de Recordações

  1. Um romance que nos transporta no tempo e no faz lembrar de onde viemos e alerta-nos para o que seremos um dia. Vale a pena ler. Parabens Amilca por este belissimo presente querida.

  2. Primosa…
    quero te dizer, que ameiiiiii o teu primeiro livro, quem te conhece, quando le sente que esta a conversar contigo, eh estranho mas a gente sente tua presenca tao forte bem ao lado, nao entendi porque mas derepente so senti, duas lagriminhas atrevidas descerem pelos olhos, tu escreves com coracao e nao com a cabeca, por isso o teu livro nos toca bem la no fundinho.
    Tou ansiosa pra ler o segundo, e que seja rapido, senao vou gastar as letras do primeiro, ja que nao paro de ler…acredita ta sendo um sucesso, temos estado a procura para comprar mas ja nao ha eh uma pena.
    Micas continua essa simplicidade em pessoa, e escrevendo nessa linguagem que todo mundo entende, falando de factos reais que todo mundo vive, que com essa atitude fazes mais pelos outros do que por ti propria.
    FORCAAAAAAAAAAAAAA
    BJS
    Maezinha

    1. Primosa adorei o teu comentario…. acho que tu mi conheces melhor de toda a nossa familia… e o que tu escreves eu sei que vem do fundo do teu coraçao.
      Acredita lendo as tuas palavras duas lagrimas cairam… quero que saibas que es a minha prima preferida e que a nossa amizade è sempre aquela dos tempos… aquela dos velhos e bons tempos … quanto aos livros vou contactar a minha editora nao è possivel que ai em Moçambique nao se encontre o meu livro…
      Espero di conseguir traduzir ” IL RACCONTO DI NADIA ” em portugues.
      Obriga primosa TVB ” traduzido em portugues” ti adoro
      NB . quis escrever aqui o sentimento profundo que nos liga assim todo mundo
      sabe.
      BJS
      Micas

  3. hoi minha querida li o teu livro e fiquei muito emocionada , a leitura foi feita numa das minhas viajens onde nos aeroportos nao poderia deixar um segundo, cheio de emocoes e realidades da vida pois nos que estives em africa depois viemos viver na europa esquecemos muito facilmente a realidade com o teu livro fez me recordar certos momentos da minha juventude em africa e dar valor a vida e saber dividir e dar amor ao proximo ….continua assim como tu es …pois estivemos juntas nos momentos mais dificeis da nossa juventude pois nunca te poderei esquecer o vou ser sempre tua amiga lembra te no dia mais lindo da tua vida eu esta presente …beijo grande continua a ser como tu es ….

  4. oi tia o livro e sensacional.amei- o. continua assim….estamos a espera das proximas obras…tenho feito muita publicidade por ele.acredite tia tu es uma das mulheres que eu mais adimiro. espero que contiues sempre , essa mulher humilde, batalhadora, empreendedora….abraxox!

  5. Merequia AMIGA e irma do liceu.
    Nao imaginas e muito menos fazes ideia da ‘boom’ que o teu livro causa em cada episodio que narras das tuas meninas,assim comO CARINHOSAMENTE as chamas. Autentica terapia na cura da insenssibilidade e do deamor.
    Nele encontro aquela Micas de ha cerca de 26 anos, cumplices de segredos e ideais femininos… e como se tivessemos naquele jardim do nosso Liceu,berco da nossa Amizade.
    Adoro a tua linguagem,tema tua cara,simples e abrangente para qualquer leitor…
    Me orgulho em ser tua Amiga,sobretudo porque continuamos iguais de onte e de amanha.
    MEUS PROFUNDOS PARABENS,MERQUI
    NAOVACILA AMIGA!!
    Cecilia

  6. Tia, como é notável, a tua Família e Amigos, assim como todo o Moçambique se orgulha de ter uma Mulher como tu na nossa vida. És uma Mulher batalhadora e sonhadora e desejo acompanhar todas essas lutas e sonhos lendo cada palavra de cada livro que fores a lançar. O Livro ”Casa das Recordações” para além de nos ensinar e divulgar a realidade é também para todos nós mais um tesouro e mais uma lembrança que iremos guardar para sempre. És uma Mulher de SUCESSOS e agradecemos-te por cada palavra escrita no teu livro e desejamos-te uma vida eterna para que tenhamos a oportunidade de acompanhar e receber de ti obras de grande valor como este.
    Um SUPER PARABÉNS do teu sobrinho e aconselho a toda gente a ler esta obra porque cada página é um momento de reflexão. BJS

  7. Olá Amilca,
    Desculpa não ter deixado o comentário mais cedo…
    Adorei o teu livro! Gostei da fluidez da escrita, a forma de relatar faz com que nos interessemos pelas histórias / estórias contadas, como se estivessemos presentes na casa.
    Relata uma realidade muito europeia, mas que felizmente (ou já infelizmente) ainda não chegou a Moçambique.
    Parabéns Amilca!! Continua. Espero poder ler brevemente o próximo livro.
    Um grande abraço

  8. Micas,
    Foi imenso prazer rever-te em Maputo, após décadas de ausência. Foi momento único, ímpar e de muita recordação. Gostei de descobrir a Micas escritora que eu não conhecia. Foi uma descoberta muito estimulante e marcante. O teu livro transporta-nos por uma viagem que muitas vezes não fazemos, pois nos acomodamos no presente e esquecemos que o nosso presente é o passado de outras pessoas e que o nosso futuro não será certamente igual a este presente. O nosso futuro é certamente de terceira idade! O livro é um chamamento à razão, aos valores que a sociedade actual vai perdendo. É um instrumento que todos devíamos ler e ter sempre presente: os nossos velhos hoje, seremos nós amanhã e aí a solidão poderá ser a única e amarga companhia que teremos. Não nos esqueçamos dos nossos velhinhos, não nos esqueçamos de nós mesmos! O teu livro é um apelo à humanização do mundo! Obrigado pelo teu contributo! Abraço

Rispondi

Inserisci i tuoi dati qui sotto o clicca su un'icona per effettuare l'accesso:

Logo di WordPress.com

Stai commentando usando il tuo account WordPress.com. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto Twitter

Stai commentando usando il tuo account Twitter. Chiudi sessione /  Modifica )

Foto di Facebook

Stai commentando usando il tuo account Facebook. Chiudi sessione /  Modifica )

Connessione a %s...

%d blogger hanno fatto clic su Mi Piace per questo: